Pilates

Sistema de exercícios que envolve corpo e mente por meio de uma série de movimentos controlados, que incorporam a ideia de tensão dinâmica, ou auto-resistência.

A história do Pilates

Joseph Pilates foi uma criança fraca fisicamente, tendo sofrido com asma, febre reumática, raquitismo. Um autodidata, resolveu estudar física, química e os movimentos da natureza. Dominava também as artes orientais. Desenvolveu tanto seu corpo com seus exercícios que foi chamado para ser modelo de anatomia.

Formado em cultura física (atualmente corresponder a faculdade de Educação Física), também era artista de circo, o acróbata e “o homem forte” ou culturista nos dias de hoje. Viajou com sua Cia de Circo por vários países. Ao chegarem à Inglaterra houve o início da I Guerra Mundial. Foi levado a enfermaria e lá, vendo as pessoas acamadas, resolve desenvolver exercícios com elas.

Adaptou movimentos as camas com auxilio das molas existentes, nos remetendo aos aparelhos conhecidos hoje. A Combo Chair, inspirada na cadeira de rodas e o Reformer e o Cadilac as camas hospitalares. Curiosamente o Cadilac também conhecido como trapézio possui as barras deslizantes e uma alça que permite movimentos acrobáticos e que sustentem o peso corporal correspondendo ao Trapézio dos acrobatas de circo. A imponência desse aparelho leva Joseph a nominá-lo Cadilac, carro luxuoso da sua época.

Nesse período em reclusão, acontece à epidemia da gripe influensa, curiosamente conta à literatura que as pessoas sob seus cuidados não sucumbem a doença. O que nos leva a crer que o trabalho desenvolvido com ênfase na respiração pode ter sido o grande diferencial.

Ao final da Guerra é chamado a treinar o exército alemão. Passa pela França e conhece Rudolf Laban, o pai da Dança Educação. Ambos descontentes com o vazio existencial na forma de execução dos movimentos.

Joseph vai para a Alemanha treinar o exército e paralelamente preparar o boxer Miller. Em 1926, aos 46 anos, partem para os EUA para competir, são vitoriosos. Com esse dinheiro, Joseph monta seu primeiro Studio em New York. O denomina Contrologia, a Arte de controlar o corpo por meio da mente.

Atraiu um público já famoso na época, os precursores da dança moderna e contemporânea, dentre eles Ruth St Denis, Ted Shawn, Martha Grahan, George Balanchine e outros.

Todos clamavam pelo resgate do movimento percebido a partir da emoção. O famoso “tirar de dentro”.

Balanchine apresenta à Pilates Romana Kryzanowska, bailarina de sua School of American Ballet, que na época havia lesionado seu tornozelo e não podia dançar. Pilates lhe atendeu prontamente desenvolvendo um programa de aula incluindo todo o corpo e não apenas a região lesionada, dando a nós a percepção de globalidade. Assim, Pilates foi crescendo a partir dos resultados positivos de seu Método, ganhando notoriedade a cada dia, até ganhar o mundo.

Rege seu Método os Princípios, sem os quais não está sendo realizado a Arte da Contrologia. São eles, Concentração, Controle, Fluidez, Respiração, Centro ou Power House, Precisão e ainda Imaginação, Intuição e Integração.

Seu método foi sendo passado adiante e hoje vemos várias linhas de trabalho a partir do entendimento de cada formação, seja ela a dança, a fisioterapia ou a educação física.

Acreditamos que o ideal segundo a história é uma interdisciplinariedade entre essas áreas. Podemos dizer que Joseph foi um precursor do trabalho de personal e porque não dizer da fisioterapia também. Agregando um trabalho incontestável de consciência corporal, domínio fácil na arte da Dança, assim desenvolve um Método para o ganho da Flexibilidade, da Força onde a prioridade é a Postura correta. Várias regras levam ao crescimento dentro dessa Arte. Os movimentos são realizados em sequência, começando dos mais básicos, para os Intermediários e depois os Avançados e os Avançadíssimos. Queimar etapas pode ser passível de lesões importantes, visto que se trata de um trabalho Global, de grande exigência de valências físicas como Equilíbrio, Resistência e Força. A instabilidade está sempre presente e desafiar o controle do Power House é o grande objetivo.

Adaptá-lo a realidade das pessoas comuns e grupos especiais é um grande desafio de muito estudo aos profissionais da Área.

Todos podem usufruir dessa técnica. Crianças, adultos e os mais velhos. Como Treinamento Funcional atende a demanda para a Melhora do Desempenho e Reequilibração para atletas e não atletas.

O Método Pilates Veio para ficar.

Por: Professora Especializada Djanira de Paula.
(Texto publicado na revista Pilates Magazine)