Artigos

O difícil trabalho de reedução do movimento

“Com 10 sessões você perceberá a diferença, com 20 sessões os outros irão perceber a diferença e com 30 sessões você tera um novo corpo.” Joseph Pilates

A reequilibração do corpo passa por diversas etapas bem conhecidas por nos instrutores de Pilates, explica a instrutora Djanira de Paula.

Todos os dias ouvimos algumas vezes, principalmente dos alunos iniciantes e em algum momento dos nossos alunos intermediários - "Tem certeza que estamos corretos? Sério que você me colocou na posição correta agora?".

Parece engraçado​,​ não? Isso ocorre, pois somos ​MOVIMENTO​ e todo o nosso aprendizado vem através do nosso corpo.

Estímulos exteriores nos​ motivam a nos movermos e a repetição desses estímulos e a forma com que optamos em respondê-los​ sempre, trará em nosso corpo marcas posturais. Esses vícios posturais causados por repetição de um mesmo gesto motor, confirmará e reafirmará cognitivamente que a​ ​​FORMA usada e a correta.

Porém, com o passar dos anos, ​se o seu repertório​ de​ gestual motor não se renova​, invariavelmente você tenderá a ter limitações​ essas poderão levá-lo a má postura, lesões e ou dores.

Isso ocorre pois os músculos são os responsáveis pela ação corporal e precisam de um tamanho bom para serem sempre saudáveis. Se o indivíduo o utiliza sempre da mesma forma​, seja por exemplo, em contração e não​ ​o alonga​ com regularidade, esse músculo acabara encurtando e se tornando incapaz de realizar suas tarefas.

Correção Postural

Essa figura corresponde ao que ocorre dentro da fibra muscular.

Primeiro momento: Os filamentos de actina e miosina se afastam para a ação de alongamento

Segundo momento: esses filamentos se interpõem para a ação de contração

O bom funcionamento do músculo está justamente na alternância dessas duas ações. Se fixar em uma delas causará o desequilíbrio.

Exemplo de um corpo hipermóvel:

Falta tônus. E pela hipermobilidade o individuo não percebe bem o seu corpo. Tem muita “facilidade” na execução dos movimentos mas não tem controle.

Correção Postural

Exemplo de um corpo rígido:

O tônus é exagerado, uma vez que existe uma dificuldade muito grande por parte do individuo e do instrutor de mudar sua postura voluntariamente e ou passivamente. O próprio aluno não se percebe.

Correção Postural

Considerações:

Complementação para maior sentido do estudo:

Variar os estímulos e fundamental desde que sejam bem pensados e com o objetivo no entendimento do movimento especifico do seu objetivo primeiro. Buscar um movimento que facilite o entendimento daquele dado anteriormente ou lapidar o movimento existente. Essa percepção e o grande diferencial para o avanço da Consciência Corporal.

Exemplo: * Considero por vivencia pratica o alongamento lateral (MERMAID) executado na combo Chair, Um exercício de fácil execução por parte do aluno e mais fácil correção por parte do Instrutor . Variar sua execução sentando o individuo com as pernas cruzadas no Reformer para o corpo hiperrmovel, pode ser interessante para através da postura limitativa do quadril, ensina-lo a posição fixa dessa parte do corpo, enquanto o tronco executa a flexão lateral. Dai ele terá mais facilidade de aprender e executar o PRINCIPIO CONTROLE.

*O contrario será aplicado ao Corpo Rígido. Estar na posição sentada no Reformer ,com tantos limites articulares e musculares, não permitirão que esse individuo relaxe para a boa execução do movimento dentro do PRINCIPIO RESPIRAÇÃO. A melhor execução dará na combo chair.

Costumo trabalhar criando uma sequencia de movimentos onde, o primeiro se torna um facilitador da execucao do segunda e assim sucessivamente.

O comando Verbal deve ser coerente com o movimento demonstrado e seu toque no corpo do aluno deve ser um estimulo coerente com os dois estímulos anteriores. Esse conjunto, ajudara a criar uma nova Consciência Corporal.

Mais dicas:

1- Usar o estimulo verbal e criar no individuo a capacidade de OUVIR e acreditar que pode seguir as instruções sem seu estimulo visual e apenas percebendo seu corpo.

2- Essa tarefa e diária. a mudança da postura deve seguir uma nova rotina de hábitos fora do estúdio.

3- Interessante ter movimentos que possam ser executados em casa com o objetivo de neutralizar a postura ainda em desconstrução.

A Reeducação deve ser encarada como um processo de médio a longo prazo. Individual e portanto especifico. Entender através de uma boa avaliação por onde começar os estímulos com esse Corpo que é um universo de ações comandadas por suas emoções é um desafio de observação e sensibilidade agregado ao entendimento do Método aliado as bases do estudo das cadeias músculo-fasciais e o desenvolvimento motor.​

Ter uma boa avaliação é um bom caminho para começar. Assim, o corpo passa a receber estímulos para aprender novos engramas motores e aumentar o vocabulário motor.

Movimentos de alongamento e mobilidade serão peças chaves nesse trabalho.. Em se tratando do método Pilates vale lembrar que o alongamento sempre vem acompanhado de um grau de ação isométrica dos músculos e que, conscientizar o aluno que todo seu corpo deverá estar em prontidão é de suma importância.